Só uma pitadinha

Oi amores, como vocês estão? 

Passando rapidinho só para dizer duas coisas: 

1º  Meu site oficial está quase saindo, faltam poucas coisas para finalizar, segundo meu designer, vai ser um cantinho todo especial, com ensaios, mais histórias novas, contos inéditos... e por falar neles

2º estou montando um e-book só com contos inéditos sobre diversas fantasias/encontros que venho criando há algum tempo, está sendo tão gostoso escrever que ás vezes tenho que parar para fazer uma "brincadeira" solo... O e-book estará disponível para venda no site, mas antes, é lógico que eu vou deixar um pouquinho aqui só para vocês ficarem inspirados....

Beijos, Nina


           Dia de piscina com a amiga


 Minha amiga Luna me ligou umas nove horas numa manhã de sábado, lamentando, estava triste porque seu marido passaria mais um fim de semana fora de casa, pois precisaria concluir um trabalho em outra cidade. Eu já tinha alguns compromissos, daria uma passada no salão, depois havia marcado de ir numa livraria nova com outra amiga, e mais tarde cinema. 


Convidei Luna para ir comigo, mas disse que não estava animada para toda aquela agitação e preferia ficar em casa. Com uma voz muito chateada que demonstrava mesmo muito desânimo, se despediu e desligou. Fiquei com pena dela.

Luna era uma moça jovem de vinte quatros anos, estatura média, branquinha, um par de olhos esverdeados com cabelos até o meio das costas, castanhos com algumas luzes, um rosto bonito e bem harmonioso. Não malhava, mas tinha um corpo em dia, tudo no lugar, sempre chamava atenção por onde passava. Além de linda, era muito simpática e educada. Eu havia conhecido ela apenas há uns quatro meses num curso que fizemos juntas, e estava casada apenas há um ano, dividia suas tarefas em um curso de administração e cuidava da empresa da sua família, uma Corretora de Câmbios. Não tinha filhos, ela e o marido se encontravam pouco por causa do trabalho dele e desde que a conheci, era o que ela mais se queixava.


Cancelei meus compromissos e retornei a ligação para Luna para dizer que iria até a casa dela fazer companhia, sua voz mudou num segundo, pelo telefone percebi que ela ficou bem animada. Não demorou muito, eu estava tocando a sua companhia.



Luna me recebeu vestida num biquíni azul claro, dois copos de margaritas e um sorrisão, nem de longe lembrava a imagem da garota triste carente de marido. Me encaminhou para a área da piscina direto e me fez vestir um biquíni também, estava muito calor e é claro que nem discuti.



Sentamos nas espreguiçadeiras enquanto bebíamos e papeávamos, em poucos instantes, secamos uma jarra de margaritas e enquanto fiquei na piscina ela foi para a cozinha fazer mais. Voltou de lá dando risinhos, achei estranho, mas imaginei que tivesse visto algo no celular e achado engraçado, fiquei na minha.



Embora nos conhecêssemos há pouco tempo, tivemos entrosamento rápido, e Luna já sabia que eu tinha uma vida um pouco depravada na área sexual, então não demorou muito para ela entrar nesse assunto. Me contou sobre algumas experiências sexuais com homens, o que começou a me deixar muito excitada. Duas amigas sozinhas, quase nuas numa piscina... pensei “não vai prestar”.


Depois de uma jarra e meia de margaritas, a gente perde um pouco da noção das coisas ou finge, para poder se aproveitar de outras, então não perdi a oportunidade quando ela deu a deixa: “um dia eu quero experimentar ficar com uma garota, deve ser bem diferente”, eu disse: “e por que não agora?”, e imediatamente avancei para a sua (...).



.............................................................................................................

Será que amiga topou a brincadeira? Será que o marido da amiga descobriu? hahahaha

Aguarde para ler o final dessa história no site!

Beijos

CONVERSATION

3 comentários:

  1. 2 margaritas e 1 sorriso só pode dar em festa rija

    ResponderExcluir
  2. Não é a minha praia mas sou daquelas mulheres que NUNCA digo NUNCA.

    .
    * Como gosta de despir a calcinha de uma mulher? *
    .
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Venham daí essas novidades
    .
    Cumprimentos sensuais.

    ResponderExcluir