O advogado


Dias desses um cliente me procurou para agendar um horário. A foto dele de perfil transparecia ser uma pessoa importante, eu evito perguntar a profissão, não quero ser evasiva, mas fiquei curiosa porque o sujeito estava de terno. E um homem de terno tem um poder sobrenatural sobre meu psíquico. Do tipo que molha a minha calcinha muito rápido. Vai entender...

Me levou num motel que eu ainda não conhecia, e combinava com ele, discreto... elegante.

Foi um momento muito agradável, e tivemos uns minutos conversando. Acho curioso quando querem saber o que faço da vida. Comentei que fazia direito, aí me disse que era advogado. No final do programa estávamos trocando ideia jurídica. No decorrer da semana, fui até o fórum para uma audiência, e enquanto espero a moça trazer um processo, a porta atrás de mim se abre, e o meu cliente adentra o recinto. Olho para trás e três segundos depois a ficha cai. Cumprimento com um "Oi, tudo bem?!" e sinto o sangue fugir do meu semblante, mas volto a atenção para a moça com o processo.

Não foi constrangedor, diria que foi até excitante. Um susto excitante!


CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário