Meu ficante

Eu tenho um ficante, parece cômico vindo de alguém que teoricamente tem sexo frequentemente, mas o fato é que eu preciso disso.

Meu ficante é um rapaz de vinte e dois anos, empreendedor também, nos conhecemos num chat, uma conversa super agradável (coisa rara em sala de bate papo). Assim que paramos de discutir para ver quem abriria mão da privacidade primeiro e dar o contato, ele me passou seu facebook, assim que abri a página vi sua foto, um rapaz moreno claro, cabelos escuros, corpo atlético, aparentemente alto, muito atraente, e quando rolo mais um pouco a página, está lá: em um relacionamento sério com Fulana de Tal. Volto para o chat para questioná-lo, e ele tinha acabado de enviar a informação. Foi um balde de água fria, mas continuamos conversando, afinal tínhamos outras afinidades.

Trocamos contatos e depois de quase duas semanas tentando me convencer a nos vermos, eu que não queria envolvimento com alguém que já tinha um, acabei aceitando. Na condição que seria só sexo e eu não me envolveria mais do que isso, foi meu acordo mental. 

No dia e hora marcada, lá estava ele batendo a minha porta, eu já estava empolgada e agitada, tinha terminado uma corrida há pouco minutos, e depois de um banho rápido, pus um shortinho curto e uma blusa bem justa de alça que realçava minhas curvas. Abri a porta, ele entrou, colocou suas coisas na mesinha de centro, veio até a minha direção para me dar um beijo no rosto, virei o rosto e já nos beijamos, e em poucos segundos, lá estava ele me pegando no colo pela cintura e me jogando na cama, ainda nos beijando freneticamente, tirei sua camisa e abri sua bermuda. 

Ele interrompeu o processo e disse: Oi garota!

O que me lembro depois disso é que conversamos mais meia dúzia de palavras, tiramos toda a roupa, desci até seu pau sem tirar os meus olhos dos dele, dei uma leve chupada na cabecinha e depois o coloquei quase todo na boca... alguns minutos depois, sentei nele e entre gemidos, só ouvi: Aaah, isso não vai prestar!

No geral, transamos umas três vezes por semana, combinamos um ménage com uma garota que nos deu o bolo no dia combinado, mas transamos mesmo assim, combinamos de irmos à capital na casa de swing. E sim, continuo cumprindo com meu acordo de não me envolver emocionalmente. Ele continua namorando, às vezes trocamos conselhos, e tô feliz assim, pra hoje basta!







CONVERSATION

6 comentários:

  1. A diversão foi boa :-) Gostei de ler... espero o seguinte.


    Bjocas

    ResponderExcluir
  2. nossa muito bom sua historia http://mundodosexoamador.com/

    ResponderExcluir
  3. Sempre histórias intrigantes e instigantes. Gostei sinceramente
    .
    Deixo cumprimentos

    ResponderExcluir